Existe teologia egípcia? Um debate acerca da possibilidade de reflexão teológica

Autores

  • Petterson Magno da Silva Santos SME (Barra Mansa)

Palavras-chave:

Antigo Egito; Religião; Teologia.

Resumo

o presente artigo debate o uso do conceito de teologia para a antiga religiosidade egípcia. A motivação para esse estudo nasce da constatação, demonstrada no início desse trabalho, que diversos egiptólogos usam o conceito em questão de formas extremamente variadas, sendo que apenas dois autores que encontramos, Assman e Ritner, se preocupam em conceituar o que seria teologia no Antigo Egito. Aqui, nós vamos nos apoiar em alguns teólogos para definirmos o que é teologia, depois analisarmos as formas como Asman e Ritner tratam tal conceito, para finalmente refletindo sobre o seu uso ou não para a realidade egípcia.

DOi.png 10.29327/256659.14.2-4

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Petterson Magno da Silva Santos, SME (Barra Mansa)

Mestre em história pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ (2019), graduado em História pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO (2015). E-mail: petmagno.egito@gmail.com

Referências

ANDRADE, Paulo Fernando Carneiro. O reconhecimento da teologia como saber universitário: tensões e articulações entre as dimensões confessional e pastoral. Ciberteologia - Revista de teologia & cultura, São Paulo, n. 26, p. 24 - 34, nov./dez. 2009.

ANJOS, Margarida; FERREIRA, Marina Baird. Mini Aurélio século XXI Escolar. Rio de Janeiro: Editora nova fronteira, 2001.

ASSMAN, Jan. Egiptian solar religion in the New Kingdom. Londres e Nova York: Kegan Paul International, 1994.

ASSMAN, Jan. Magic and theology in Ancient Egypt. In: SCHAFER, Peter; KIPPENBERG, Hans. Envisioning. A Priceton Seminar & Symposium. Studies in the history and religion, Leiden, n 75, p. 1 - 18, 1997.

ASSMAN, Jan. Monoteism and Polytheism. In: JOHNSTON, Sarah I, (orgs). Religions of the Ancient World: a guide. Cambridge: Cambridge mass, 2004.

COULON, Laurent. Une trinité d’Osiris thébains sur um relief découvert à Karnak. CENiM 3, Montpellier, p. 1 – 18, 2009.

DAVID, Rosalie. Religião e Magia no Antigo Egito. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011.

ERMAN, Adolf. A handbook of egyptian religion. London: Archibald Constable & Co. LTD., 1907.

GARDINER, Alan H. “Magic (Egyptian)”. In: HASTINGS, James. Encyclopaedia of religion and ethics. Volume VIII. New York: Charles Scribner’s Sons, 1915, p. 262a – 269ª.

GOMES, Antônio Máspoli de Araújo. A importância da pesquisa em teologia: a teologia da memória ou a teologia da inteligência? Revista teológica, n. 6, p. 4 - 15,jun. 2016.

HENDRICHX, Stan; HUYGE, Dirk; WENDRICH, Willeke. Worship without writing. In: WENDRICH Willeke. Egyptian Archaeology. Nova Jersey: Wiley-BlackWell, 2010.

JANÁK. J. The estructure of the egyptian pantheon. In: VACÍN, L. Ancient near eastern studies in memory of Blahosla Hruska. Dresden: ISLET-Verlag Dresden, 2011.

JOÃO, Maria Thereza David. Estado e elites locais no Egito do final do IIIº milênio a.C. São Paulo, 2015. Tese (Doutorado) – Universidade de São Paulo, 2015.

KEMP, B. Old Kingdom, Middle Kingdom and Second Intermediate Period c. 2686 – 1552 BC. In: TRIGGER, B. G. KEMP, B.J. O‘CONNOR, D. LLOYD, A. B. Ancient Egypt a social history. Cambridge: Cambridge University Press, 1983.

LOPES, Edson P. et all. Profissão teólogo e vocação pastoral: reflexões conceituais. Ciências da religião - História e sociedade, v. 8, n. 2, p. 25 - 37, 2010.

MATHIEU, Bernard. Mais que est donc Osiris? Ou la politique sous le linceul de la religion. ENiC, v.3, p. 77 – 107, 2010.

PASSOS, João Décio. Teologia e outros saberes uma introdução ao pensamento teológico. São Paulo: Paulinas, 2010.

PAULY, Evaldo L. O novo rosto do ensino de teologia no Brasil: Números, normas legais e espiritualidade. Revista do Núcleo de Estudos e Pesquisa do Protestantismo, São Leopoldo, v. 10, p.20 - 35, mai./ago. 2006.

RIBEIRO, Thiago H. P. Entre a religião e a magia: (re)pensando do Egito Antigo. Revista de estudos sobre Jesus Histórico e sua Recepção, v. 18, p. 20 – 40, 2017.

RITNER, Robert K. “The religious, social and legal parameters of tradicional egyptian magic”. In: MAYER, Marvin; MIRECKI, Paul (orgs). Ancient magic and ritual power. Boston; Leiden: Brill Academic Publishers, Inc., 2001, p. 43 – 60.

RITNER, Robert K. The machanics of ancient egyptian magical pratice. Studies in Ancient Oriental Civilization, nº 54. Chicago: The oriental institute of University of Chicago, 2008.

SANTOS, Poliane Vascondi dos. Religião e Sociedade no Egito Antigo: Uma leitura do mito de Ísis e Osíris na obra de Plutarco (I d.C). Assis, 2013. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual Paulista, 2013.

TRIGGER, Bruce; KEMP, B. J,; O’CONNOR, D.; LLOYD, A. B. Ancient Egypt a social history. Cambridge: Cambridge University Press, 1983.

Downloads

Publicado

14-11-2023

Como Citar

da Silva Santos, P. M. (2023). Existe teologia egípcia? Um debate acerca da possibilidade de reflexão teológica. PLURA, Revista De Estudos De Religião PLURA, Journal for the Study of Religion, 14(2), 52–71. Recuperado de https://revistaplura.emnuvens.com.br/plura/article/view/1969

Edição

Seção

Artigos / Articles: Temática livre / Free subject